Só um minuto e um abraço
O coração batendo forte
Pulsando dentro do peito
Será que meu coração já bateu tão forte assim
Em algum momento da vida?

Abro a portão velho da casa
Vejo teu carro do outro lado da rua
A chuva caindo
E por um momento as pernas paralisam
A respiração curta
E você abre a janela pra me olhar

Eu entro no carro
Eu vejo seu rosto
E é um rosto tão familiar
Que parece que você sempre esteve ali

Um forte e longo abraço
Silêncio
Teus braços grandes me envolvem tão pequena
Silêncio
Teu corpo tão quente me aquece
Nesse frio sombrio que se faz em mim

Eu vejo seu rosto
E é um rosto tão familiar
Que parece que você sempre esteve ali
E eu te beijo
A tua boca tão suave
Tão aconchegante
Como quem implora pra que eu permaneça ali

Mais um abraço
E por um segundo eu sinto que você existe
Teu coração batendo ansioso
Tão ligado ao meu peito

Parece que o tempo para
Por um instante
Só por um instante
Só existe eu e você
Dois corpos tão próximos
Duas almas tão raras

Tudo isso
Em um minuto.


(R.)
22 de abril de 2018


Deixe um comentário